Protegendo o corpo nas tarefas de limpeza.

Quem trabalha com limpeza e conservação de ambientes está frequentemente exposto a lesões, causadas tanto por produtos químicos como por quedas. De uso obrigatório, os equipamentos de proteção individual contribuem para a segurança do trabalhador no desempenho de suas funções. Para a empresa, é a garantia do cumprimento de suas responsabilidades quanto empregador.

Como o próprio nome já diz, os equipamentos de proteção individual, ou EPIs, são destinados àproteção do funcionário contra riscos laborais que ameaçam a sua saúde e segurança. A escolha do material adequado vai depender da tarefa a ser desempenhada e do risco que essa atividade implica. Algumas empresas possuem um departamento específico de segurança no trabalho, encarregado de providenciar esses equipamentos e orientar o funcionário quanto a sua utilização. Vale reforçar que não basta apenas adquirir e fornecer os materiais, sendo fundamental o treinamento, explicando a importância dos EPIs e a forma correta de usá-los.

Tipos de EPIs e suas finalidades

Desde simples luvas de látex até cinturões de segurança, há uma grande variedade de produtos disponíveis no mercado. Porém, é imprescindível que o equipamento seja eficiente, considerando o risco ao que o trabalhador estará exposto. Por exemplo, uma limpeza de fachada em altura requer equipamentos de proteção mais potentes que os que são necessários em uma faxina residencial. É importante ressaltar que os possíveis acidentes decorrentes das atividades de limpeza e conservação vão muito além das queimaduras e alergias provocadas por produtos químicos.

Confira o que pode ser afetado e os equipamentos de proteção indicados: cabeça: capacete, capuz e balaclava olhos e face: óculos, protetor facial e máscara aparelho auditivo: protetor auditivo e protetor auricular aparelho respiratório: máscara e respirador tronco: vestimenta membros superiores: luva, creme, manga, braçadeira e dedeira membros inferiores: sapato, bota, meia, perneira corpo inteiro: macacão proteção contra quedas: cinturão de segurança.

Todos esses produtos estão disponíveis em diversas versões, confeccionados com diferentes tipos de matéria-prima. O que vai influenciar na hora da escolha é a sua utilização e os riscos que se pretende evitar, definindo assim a sua espessura, resistência e material. Seja para a realização de limpezas simples, profundas, de pós-obra, hospitalar ou para dedetizações, certamente o que não faltam são opções eficientes para resguardar a sua equipe. Dessa forma, além de cumprir com a sua responsabilidade, sua empresa transmite mais confiança ao cliente, com a garantia de um serviço executado de maneira segura.

Autor: Limpeza.com


BLOG

Conteúdo como dicas e informações importantes do seguimento.

DEPOIMENTOS

Clientes e empresas que usam nossas soluções.

ATENDIMENTO

Atendimento com especialistas, por telefone, whatsapp e email.